Coluna de Marcelo Blume

Gestão, Negócios & Cia
02 de Janeiro de 2012 às 18:30

Aproveito o espaço para desejar a todos os amigos leitores, que em 2012 tenham todas as suas decisões iluminadas pelo bondoso Deus que zela por nós, com muita paz, saúde, felicidade e prosperidade.

Ao planejar 2012, lembrei de um conselho do empresário e escritor Conrado Navarro, quando diz que é muito difícil separar a pessoa do profissional e que a pessoa vem antes. Por isso, é preciso investir em segurança emocional, sempre.

Muitos propósitos para 2012, envolvem direta ou indiretamente outras pessoas e sobre isso lembro de uma frase do mega investidor Warren Buffet “Não é possível fazer um bom negócio com uma pessoa ruim!”

Alguém superior a você é fundamental

Das últimas leituras, me chamou a atenção uma história contada por Stephen Kanitz quando viajou ao lado de um senhor de terno, cara de executivo, lendo a Bíblia. Ele pensou que fosse um daqueles bispos de igrejas que visam o lucro, mas que era na realidade um vice-presidente de uma empresa subsidiária do grupo Alcoa. Ao se apresentar perguntou porque ele estava lendo a Bíblia, ao que o executivo respondeu: “Como vice-presidente de uma grande empresa eu tenho muita influência e poder sobre a vida de milhares de pessoas. Se eu não tomar cuidado, este poder pode subir à minha cabeça, o que causaria muita infelicidade.

Por isto, acho importante ir todo domingo à Igreja, para relembrar que existe uma pessoa mais poderosa e muito mais sábia do que eu.”
Já ouvimos muitas razões para ler a bíblia, orar e ir à Igreja, mas esta é uma ideia nova. Lembrar de Deus não somente para pedir perdão ou para pedir ajuda, mas uma forma para lembrar àqueles que comandam, que tem poder, de ter o bom senso de “baixar a bola”, perceber todo domingo o limite da prepotência, fazer semanalmente alguns atos de humildade, como todos nós.

Muitos daqueles que tem o poder em nossas organizações sejam públicas ou privadas, esquecem em seus atos, que existe algo superior a História, que não vai à Igreja mostrar humildade, nem jogar um balde de água fria na sua própria arrogância. Kanitz escreve que “A nova classe dominante das universidades, da mídia, dos líderes dos movimentos sociais, dos políticos e de muitos intelectuais passou a acreditar que não há ninguém superior a eles, que eles sabem tudo, que farão o que quiserem das instituições que dominam, sem ter que prestar contas a mais ninguém. Para estes, os fins justificam todos os meios dos quais podem lançar mãos, pois infelizmente não enxergam ninguém superior.

Ter alguém superior a você é fundamental, inclusive e principalmente se você lidera pessoas, decidindo parte de suas vidas!

Brasil tem 6º PIB e 75º IDH

Na semana que passou, foi amplamente noticiada a 6ª posição do Brasil, no ranking mundial do PIB – Produto Interno Bruto, notícia que chamou muita atenção, mas que esconde alguns outros números que passam despercebidos da maioria. Infelizmente a posição do Brasil foi proporcionada muito mais pela redução do PIB de alguns países ricos, parte daqueles que compram nossos produtos, do que pelo crescimento da nossa produção e economia interna. O Brasil variou nos últimos anos entre a 7ª e a 8ª posição neste ranking e espera-se que não demore muito para sermos o 5º maior PIB do planeta.

Entendo, porém, que esta posição somente será mantida quando os países ricos voltarem a crescer, se as lideranças brasileiras se comprometerem com a melhoria de outros indicadores como o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, que é daqueles dados muito pouco comentados e no qual o Brasil ocupa a 75ª posição. Se não melhorarmos a qualidade de vida dos brasileiros, a qualidade da força de trabalho será o principal entrave na consolidação do Brasil dentre as maiores economias mundiais. É preciso qualificar a produção para termos uma posição no ranking por nossos próprios méritos e não pelo demérito de outros países.

Marcelo Blume é Administrador, Especialista em Marketing e Mestre em Engenharia de Produção. Professor da UNIJUÍ e convidado em diversas IES. Sócio e consultor da Referenda Consultoria. Palestrante, pesquisador e escritor, com artigos e livros publicados.

Email: marcelo.blume@referenda.com.br

Mais artigos de Marcelo Blume