Coluna de Oscar Pinto Jung

Santo-angelenses na Europa
19 de Março de 2019 às 10:18

Outro dia, ouvi o comentarista Guga Chacra que vive nos Estados Unidos há dez anos, alertar possíveis interessados em tentar a vida por lá, que o começo é bem difícil. Que ninguém espere se adaptar logo de chegada. O mesmo vale para qualquer outro país. Por isso, merece reconhecimento a bravura de moças santo-angelenses que decidiram morar e trabalhar na Europa. Há mais de cinquenta anos, Liane Suljic se estabeleceu na Alemanha, casou e tem um filho. Aqui, a Liane foi professora de ballet e requisitada para desfiles de modas. A radialista e cantora Chica Pohl há anos enfrenta a neve da Suíça e a Graziella Ferroli Campolongo,  da Itália. Todas vencedoras, mas o início não foi fácil para nenhuma delas.

Mais recentemente, Mariana Leoratto Severo adquiriu a cidadania italiana e rumou para a Europa, após ter concluído o curso de Publicidade e Propaganda na Universidade Federal de Santa Maria e o Mestrado na PUC-RS. Pois a filha do amigo Carlos Roberto Severo, reside atualmente em Delft, uma cidadezinha universitária na Holanda, a 60 quilômetros de Amsterdã. A Mariana, colega do filho Carlos Jung no Colégio Marista, está desenvolvendo pesquisas em países europeus e também na América Latina. Antes, residiu durante um ano na Irlanda e um ano na Itália, em programas de intercâmbio.

A arquiteta Beatriz Kother se estabeleceu em Florença. Antes, ela viveu aqui experiência extremamente gratificante ao restaurar a Capela do Colégio Verzeri. Na importante cidade italiana, Beatriz aprofunda os estudos na área da restauração em curso de três anos que abrirá campo para trabalhar depois em qualquer país europeu. Pelo correio eletrônico, ela me conta:

- No Brasil, não temos ainda nada reconhecido e específico na área do restauro de afrescos e pintura mural. Assim, sempre que precisamos nos aprofundar, só resta sair do Brasil, mas imagino que, em breve, deverá ter algo na área. Estou gostando muito. É um mundo completamente diferente, uma outra forma de viver, uma cultura muito rica. Restaurar é cuidar da herança do passado.

Depois de ter trabalhado nesta terrinha missioneira como odontóloga nos anos 80, Nara Rúbia Zardin arrumou as malas e pegou avião para a Espanha. Com muito empenho, com muito amor ao estudo, Nara Rúbia hoje é sanitarista com mestrado e doutorado. Ela faz parte da equipe de neurocientistas da Escola de Medicina da Universidade de Salamanca. Segundo a Mara Lane Zardin, que trabalha no Laboratório Central do Hospital Conceição, de Porto Alegre, a Nara Rúbia tem por foco de trabalho o tema “felicidade”, sonho de conquista de todo o ser humano.

Contínuo êxito para todas elas.

A FRASE DO MÉDIUM CHICO XAVIER: “Você nunca está sozinho. Cada um de nós possui um Espírito Protetor que nos ampara e aconselha”.

Advogado, integrante da Academia Santo-angelense de Letras. Escreve nas edições de terça-feira. 

Email: pintojung@terra.com.br

Mais artigos de Oscar Pinto Jung