Notícias: Cultura

Cine Cisne deve ter primeira sessão de cinema 3D neste final de semana

Mudanças na sala 1, que terá as projeções digitais em 3D, já iniciaram nesta quarta-feira

12 de Abril de 2012 às 06:00
Cine Cisne deve ter primeira sessão de cinema 3D neste final de semana
Sala 1 passa por reformas na tela, projeção e poltronas. O primeiro filme em 3D a ser exibido no Cinema Cisne será o clássico Titanic, possivelmente ainda neste final de semana

O fim de uma era no cinema chegou a Santo Ângelo. Depois de resistir às inúmeras mudanças da indústria cinematográfica, a maior tela de cinema do interior do Rio Grande do Sul, que fica na sala 1 do Cine Cisne, uma das únicas em cinema de calçada, dará espaço à tecnologia 3D. “Na última sessão da sala 1, cheguei a me emocionar, fiquei depois da sessão sozinho, na sala e pensando em toda a história que ela tem”, relata o proprietário do cinema, Flavio Panzenhagen.

As mudanças no Cisne já começaram nesta quarta-feira. A tela será substituída por uma de mesmo tamanho, porém de alto brilho. “Vamos instalar também, o projetor 3D, que tem uma imagem em alta definição. A leitura do som também será melhor, mais limpa”, afirma.

Além das mudanças na projeção, a infraestrutura do cinema será modificada. “No final do mês, início de maio, serão colocadas novas poltronas, mais confortáveis. As paredes foram escurecidas, como manda o figurino do cinema, para ficar melhor a visualização dos filmes. Mais adiante vamos melhorar a acessibilidade do cinema. Por enquanto, as pessoas terão que ter paciência, pois o cinema passará por essas reformas na sua estrutura”, relata.

Com as mudanças, a sala 1 passará a ter capacidade para 300 lugares.

CUSTO ALTO

Para proporcionar a qualidade que o 3D exige, o custo é alto, tanto para instalar os equipamentos, quanto para manter a estrutura. O custo total ultrapassa os R$ 500 mil. São R$ 400 mil só no projetor 3D, mais R$ 25 mil na tela e cerca de R$ 100 mil nas novas poltronas. “Também temos os custos de manutenção. Por exemplo, a lâmpada do projetor custa cerca de R$ 5 mil e ela deve ser trocada a cada seis meses, além dos óculos 3D, que a cada sessão devem passar em uma máquina para serem higienizados”, salienta Flavio.

Com isso, o preço no ingresso passará a custar R$ 15 no primeiro momento.

ESTREIA

A primeira sessão de cinema 3D em Santo Ângelo pode ser já neste final de semana. Porém, o Cine Cisne já tem o filme definido: Titanic. “Por problemas técnicos para a instalação do 3D, não confirmo a data de estreia, mas deve ocorrer neste final de semana”, ressalta.

Já estão na lista do Cine Cisne outros filmes em 3D como “Os Vingadores”; “MIB”; “Madagascar 3”; “Era do Gelo 4”; o novo “Homem Aranha” e o próximo “Batman”. “Santo Ângelo passará, a partir de agora, a ter os lançamentos de filmes simultaneamente ao Brasil e o mundo. Não precisaremos aguardar cópias”, observa Flavio Panzenhagen.

O certo é que, com o 3D, uma nova era do cinema se aproxima do público santo-angelense.

Por Fernando Goettems (fernando@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Cultura