Notícias: Esportes

Comissão vai articular nova diretoria da Asaf até o final do ano
14 de Dezembro de 2012 às 16:47
Comissão vai articular nova diretoria da Asaf até o final do ano
Diretoria e associados reuniram-se na quinta-feira, no Marcelo Mioso e nomearam a comissão. Foto: Fernando Goettems/JM

Na noite de quinta-feira, membros da diretoria e associados da Asaf reuniram-se no Ginásio Marcelo Mioso, para eleger a nova diretoria da Associação. Durante a reunião, foi montada uma comissão, presidida pelo ex-presidente Asaf José Augusto Zanetti, o atual presidente, João Bueno, que não pode mais assumir o cargo, pois está no seu segundo mandato e Carlos Alberto Gonçalvez, atual vice-presidente, para articular a montagem de uma chapa de consenso para presidir a Asaf.

A data para a eleição foi remarcada e será no dia 26 de dezembro, quinta-feira, durante jantar na La Bodeguita do Chico. “Precisamos de uma nova diretoria, independente da disputa da Série Ouro. Ganhamos o título da Série Prata, e muita gente ficou empolgada com a possibilidade de jogarmos a Ouro. Mas, sem recursos não temos como participar dessa competição”, observa João Bueno.

O atual presidente fica no comando da Asaf até o final da disputa da Taça Noroeste, no dia 18 de janeiro de 2013. Porém, a diretoria que irá assumir o clube no próximo ano, já começaria a viabilizar a participação na Série Ouro. Na próxima segunda-feira, uma comissão fará visitas em busca de sólidos patrocinadores. “A ideia é buscar um patrocinador que seja global, que patrocine o profissional e a base. Também tem a possibilidade de firmarmos parceira para patrocínios menores. Por exemplo, 20 empresas que patrocinariam cada uma um jogador. Mas tudo isso passará pelo planejamento da nova diretoria”, salienta.

A nova diretoria da Asaf será composta por um presidente, três vice-presidentes, além de um secretário, tesoureiros, e diretores de departamentos, como futebol e marketing.

Competições oficiais

De acordo com o regulamento da Federação Gaúcha de Futsal, a Asaf estaria obrigada a participar de uma competição oficial da Federação no próximo ano, porque foi campeã da Série Prata. Caso a equipe santo-angelense desista da disputa da Série Ouro ou da Prata, irá sofrer punições: dois anos sem poder participar de um campeonato estadual, mais multa e, quando voltar, teria que disputar a Série Bronze.
 

Mais Notícias: Esportes