Notícias: Esportes

No Muay Thai, aluno pode perder até 1.500 calorias por aula

Instrutor Edmilson Souza explica benefícios da modalidade

23 de Janeiro de 2016 às 07:30
No Muay Thai, aluno pode  perder até 1.500 calorias por aula
Edmison Souza, a direita, em competição de MMA (Foto: Divulgação)

O Jornal das Missões segue com a série especial de reportagens explicando como funciona e quais os benefícios das artes marciais, lutas ou modalidades esportivas de combate, tanto na questão voltada para a saúde, quanto no que se refere ao ensinamento de valores, disciplina e respeito, além da socialização promovida através do esporte.

MUAY THAI
O Muay Thai, assim como em outras artes marciais, trabalha a disciplina, a didática, o respeito e o autocontrole. Conforme o instrutor da MBJ Fight Team de Santo Ângelo, Edmilson Souza, que ministra aulas na Academia de Lutas Sul Brothers, o Muay Thai tem sido uma modalidade bastante procurada como atividade física, pois em uma aula de uma hora e meia o atleta chega a perder 1.500 calorias. A modalidade também é indicada para diversas idades, podendo ser praticada a partir dos seis anos de idade, desde que não haja problema de saúde. Além disso, o contato físico é opcional por parte do aluno, ou seja, ele não é obrigado a lutar e pode iniciar os combates quando se sentir a vontade.

Disseminação através do MMA

Conforme Souza, o Muay Thai é uma luta de origem tailandesa que chegou ao Brasil há muitos anos e ganhou destaque com a disseminação MMA (Artes Marciais Mistas) e do UFC (Ultimate Fighting Championship), considerado o maior campeonato de MMA do mundo. O Muay Thai é uma modalidade influente no MMA, sendo praticado por atletas reconhecidos, como Anderson Silva. Além disso, a modalidade é considerada a arte das oito armas, no qual o atleta utiliza golpes com os dois cotovelos, canelas, joelhos e punhos.

GRADUAÇÂO
No Muay Thai, a graduação também é feita através de sistema de corres, no qual o nível máximo é a cor preta.

LUTAS
Nos combates as categorias são divididas por peso, sendo que os oponentes não precisam ter a mesma graduação.

Os confrontos profissionais da modalidade têm a duração de três rounds de três minutos cada e no amador, de três rounds de dois minutos cada. Nesta categoria o atleta utiliza proteção com capacete e caneleira. Existem três maneiras de definir o confronto: nocaute, interrupção médica e por pontos.

Fotos vinculadas

Instrutor Edmilson Souza (Foto: Divulgação)

Mais Notícias: Esportes