Notícias: Geral

Eugênio de Castro é o município com a menor inadimplência do IPVA 2017

De 631 veículos, apenas 25 ainda não pagaram o imposto, ou seja, 1,83%

27 de Julho de 2017 às 10:39

Um relatório da 9ª Delegacia da Receita Estadual de Santo Ângelo mostra que Eugênio de Castro é o município da região com a menor inadimplência financeira do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) de 2017. De 631 veículos pagantes apenas 25 ainda não pagaram, totalizando 1,83%. A arredacação prevista com o imposto é de é de R$ 427.523,52, restando entrar nos cofres públicos o equivalente a R$ 5.023,34.

SANTO ÂNGELO
Em Santo Ângelo, 6,93% (1.671 veículos) ainda não tiveram o IPVA pago. No município, 22.802 veículos tiveram o imposto pago de um total de 25.466. O delegado da Receita Estadual de Santo Ângelo, Joaquim Henrique John de Oliveira, diz que se se todos os motoristas pagarem o imposto serão arrecadados R$ 16.866.256,69, mas ainda faltam ser pagos R$ 444.034,25. “O número de inadimplentes em Santo Ângelo é menor do que a média estadual que é de 7,87%. Do valor arrecadado, 50% entra diretamente nos cofres do Município e os outros 50% nos cofres do Estado. Tudo é revertido em obras e serviços que beneficiem à população”, observa.

ENTRE-IJUÍS
Em Entre-Ijuís, onde a expectativa é arrecadar R$ 1.718.508,87, dos 2.649 veículos pagantes 2.445 motoristas já liquidaram o IPVA (resultando em R$ 1.626.809,17). A inadimplência é de 5,26% (139 veículos), restando entrar nos cofres R$ 37.434,05.

SÃO MIGUEL DAS MISSÕES
Em São Miguel das Missões 4,82% dos motoristas ainda não pagaram o imposto, ou seja 127 veículos. No município há 1.878 veículos com menos de 20 anos de fabricação que devem pagar o imposto. Se todos pagarem, a arrecadação será de R$ 1.332.682,98. Até agora, a Receita Estadual contabilizou o pagamento de R$ 1.268.500,37, faltando a liquidação de R$ 30.235,79.

VITÓRIA DAS MISSÕES
Em Vitória das Missões, a frota pagante é de 740 veículos o que irá gerar uma arrecadação de R$ 422.252,79. Até o momento, o IPVA de 692 veículos foi pago (arrecadação de R$ 405.974,12), restando apenas o pagamento de 32 veículos (R$ 7.698,10). A inadimplência é de 3,91%.

JUROS E MULTA
O delegado da Receita Estadual, Joaquim de Oliveira lembra que o calendário pagamento do IPVA encerrou no dia 30 de abril. Além de perder os descontos de Bom Motorista (de até 15%) e Bom Cidadão (até 5%), o contribuinte que não pagou o IPVA 2017 na data certa terá multa de 0,33% ao dia sobre o valor do imposto não pago, até o limite de 20%. Depois de 60 dias em atraso, terá acréscimo de mais 5% e o nome lançado em dívida ativa.
Além dessas consequências, o proprietário que for flagrado nas barreiras com o IPVA atrasado terá outros custos afora colocar em dia o imposto. Como o IPVA é um dos requisitos para renovar o Certificado de Registro e de Licenciamento de Veículo (CRLV), transitar sem este documento em ordem significa infração gravíssima (art. 230, V, do Código de Trânsito Brasileiro), com risco de multa de R$ 293,47 e sete pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, há custos pelos serviços de guincho e depósito do Detran RS.
O prazo para pagamento de licenciamentos termina em 31 de julho. A Receita informa que a partir de agosto deverá realizar novas blitze do IPVA. 

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral