Notícias: Polícia

Delegada diz que injeção letal teria provocado a morte de menino de Três Passos
15 de Abril de 2014 às 13:00
Delegada diz que injeção letal teria provocado a morte de menino de Três Passos
Delegada Caroline Bamberg Machado concedeu entrevista coletiva para a imprensa (Foto: Carlos Grün - Jornal Atos e Fatos)

Em entrevista coletiva à imprensa, nesta terça-feira (15), a delegada de Polícia de Três Passos Caroline Bamberg Machado disse que a morte de Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, teria sido provocada por injeção letal. No entanto a polícia aguarda o resultado da necropsia.

A delegada explicou que o caso corre em segredo de Justiça. “Infelizmente não podemos dar todos os detalhes porque estamos no meio da investigação. Estamos produzindo provas de modo a elucidar essa história. A única coisa que podemos dizer é que o casal (pai e madastra) reagiu com frieza ao ser comunicado da morte do menino”, observou.

MULTA

A delegada Caroline Machado informa ainda que a madrasta de Bernardo foi multada por excesso de velocidade ao viajar para Tenente Portela. "A madastra estava com o menino no momento do flagrante na estrada", disse. A madastra e o pai foram presos logo após o corpo da criança ser localizado. A prisão foi cautelar para realização das investigações.

INVESTIGAÇÃO

No processo de investigação, a polícia identificou uma mulher, amiga da madrasta de Bernardo, que teria participação no crime. A delegada disse que essa testemunha foi fundamental para a localização do corpo do menino que estava desaparecido há dez dias. “Logo após a prisão do pai e da madrasta, nós não fizemos o interrogatório por conta do choque de todos com o caso. Ao encontrar esta terceira pessoa, nós descobrimos outros detalhes do crime. Ela foi procurada e sensibilizada para falar. A partir disso, ela nos deu a localização do corpo do Bernardo", explicou.

O CASO

O corpo de Bernardo, desaparecido desde 4 de abril em Três Passos, foi localizado pelos bombeiros, na noite de segunda-feira (14), em um matagal no interior de Frederico Wesphalen. O corpo estava nu, em estado de decomposição, dentro de um saco dentro de um buraco coberto por pedra e terra. A polícia estava trabalhando em três linhas de investigação: sequestro, desaparecimento por conta própria e homicídio.

ENTERRO

O velório de Bernardo Boldrini, acontece em Três Passos. No final da tarde o corpo será trasladado para Santa Maria, na região central do Estado, onde mora a avó materna, Jusssara Uglione. O menino será enterrado no mesmo jazigo da mãe, no Cemitéro Ecumênico.

Mais Notícias: Polícia