Notícias: Política

Confira os nomes cotados para assumir primeiro escalão do governo do prefeito eleito Valdir Andres

Principais secretários para a administração 2013-2016 já estariam definidos

11 de Dezembro de 2012 às 07:00

Embora ainda faltem cerca de 20 dias para que o prefeito eleito de Santo Ângelo, Valdir Andres, assumir a administração municipal, nos bastidores já ocorrem tratativas para formar o primeiro escalão do governo. Especula-se que alguns nomes já estariam definidos, e outros ainda estão em negociação entre os partidos que compõem a coligação vencedora das eleições.

Na Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, quem deve assumir é o empresário Leonesildo Bertê, do PSDB.

Na Secretaria de Agricultura, quem está cotado para assumir o cargo de secretário é o médico veterinário Dielo Giovelli, que possui propriedade em Lajeado Cerne.

Na Secretaria de Obras, quem foi convidado a assumir o cargo de secretário é o empresário Lídio Veiga, que recusou. Outro nome cogitado para assumir a secretaria é o de Vilson Zago Muller (Candango), que também pode assumir a Secretaria dos Transportes.

Já para a Secretaria de Planejamento, um nome cotado é o de João Roberto Borin, que concorreu a vereador nas eleições deste ano.

Na Secretaria de Educação, é cogitado para o cargo o professor Gilberto Bomm, diretor da Escola Liberato Salzano Vieira da Cunha, do Bairro São Carlos.

Para a Secretaria Municipal de Ação Social, o nome cotado é de José Silva, irmão do atual secretário de Turismo e Esportes, Eduardo Silva.

Para a Secretaria Municipal de Saúde, cujo secretário deve ser do PMDB, foi convidado para assumir o cargo o vereador Paulo Azeredo, que recusou a oferta. A vice-prefeita eleita Nara Damião também não teria aceitado assumir o cargo. A secretaria deve ser comandada por Eunice “Preta” Belinaso, que já atuou na Secretaria Estadual da Saúde como chefe de gabinete.

Na Secretaria da Fazenda, o nome cotado é o do empresário Luiz Ghellar.

Na Secretaria de Turismo e Esportes, quem pode assumir o cargo é o vereador eleito Vinicius Damião Makevitz, que já foi titular da pasta no atual governo. No caso dele assumir, na Câmara de Vereadores assumiria o primeiro suplente da coligação.

Na Secretaria de Cultura, um nome cotado é o do suplente de vereador Tato Maicá, que também poderia assumir a Secretaria de Obras.

Na Secretaria Geral, quem teria sido convidado para o cargo é o professor Hed Brittes, que recusou.

Para a Secretaria de Administração, o nome cotado para o cargo é o do empresário Noé Serra.

A Secretaria de Habitação estaria sem um nome definido para assumir o cargo.

A diplomação dos vereadores, prefeito e vice eleitos ocorre dia 19 de dezembro, no salão vermelho do Iesa. Já a posse ocorre dia 1º de janeiro de 2013.

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Política