Notícias: Política

Candidatos fazem campanha silenciosa em Eugênio de Castro

As duas coligações que concorrem neste pleito disputam os votos com visitas em residências

31 de Janeiro de 2013 às 08:30
Candidatos fazem campanha silenciosa em Eugênio de Castro
O agricultor Horst Daltro Steglich (PSDB) e o estudante de Direito, José Fernando Machado (PMDB), concorrem a prefeito e vice, respectivamente pela Coligação “Força para mudança”. Foto: Odair Kotowski/JM

Os candidatos à Prefeitura de Eugênio de Castro já estão nas ruas buscando os votos dos eleitores, em uma campanha atípica e silenciosa. Diferentemente do pleito de outubro, as ruas estão mais limpas, sem panfletos ou banners. A nova eleição ocorre em função da condenação do prefeito que venceu a eleição em outubro. Os candidatos eleitos que tiveram seu registro cassado foram Roberto Bruinsma (prefeito), do PP, e Jaime Dionri Zweigle (vice-prefeito), também do PP. A eleição suplementar será realizada no dia 3 de março de 2013.

Pelo Partido Progressista (PP), o mesmo de Roberto Bruisma, está concorrendo a serviços gerais da Prefeitura e vereadora Sirlei Maria Schuster Reginaldo, e o agricultor e vereador Rogério Augusto Rosa da Rocha. Eles concorrem pela coligação “Unidos por um Novo Eugênio de Castro”, e apresentando as 15 principais metas de seu plano de governo tentam conquistar o eleitorado.

Entre as propostas estão a ligação asfáltica de Entre-Ijuís a Eugênio de Castro, a manutenção e o melhoramento da saúde e o transporte regular ao interior. “Nossa campanha é mais silenciosa, no corpo a corpo, com visitas dos eleitores nas residências. Nossa campanha é de alto nível, sem ataques e sem críticas”, frisa Sirlei.

A coligação, composta por PP e DEM com apoio de militantes do PDT, PTB e PMDB, estima investir em torno de R$ 50 mil em sua campanha.

Sobre a campanha fora de época, Sirlei afirma que está transcorrendo com normalidade. “De certa forma alguns moradores ficaram revoltados por ter que ir às urnas para votar. O povo de Eugênio de Castro gosta de votar, mas pelo fato de ter que ir novamente às urnas incomoda. Pela primeira vez temos uma candidata mulher à Prefeitura e estamos sendo bem recebidos. O povo está consciente de que isso foi uma armação”, destaca.

A chapa de oposição é da coligação “Força para Mudança” (PSDB, PMDB, PDT e apoio do PT), encabeçada pelo candidato a prefeito, o agriculor Horst Daltro Steglich (PSDB) e o estudante de Direito José Fernando Machado (PMDB).

Segundo Steglich, a campanha é baseada em propostas que visam uma mudança na questão administrativa, tais como melhoria nas estradas para o escoamento da produção e a saúde, “porque acreditamos que o problema da saúde ocorre pela má condição das estradas”, salienta Steglich.

A coligação estima investir R$ 60 mil em sua campanha e manter o mesmo foco do trabalho realizado em outubro de 2012. “Estamos contando com o apoio de dissidentes da coligação de oposição, como o PTB e o próprio PP”.

A rotina dos candidatos pela busca de votos inicia bem cedo e só termina no final da tarde. São visitas em residências e reuniões setoriais e de organização das equipes. “Sobre esta eleição fora de época, para nós é uma situação nova e deverá ser realiza em respeito à legislação eleitoral”, acrescenta.

Durante esta campanha não há propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, mas são admitidos todos os demais meios legalmente previstos.

A Justiça Eleitoral já convoca os mesários que trabalharam na votação de outubro que estejam à disposição da eleição suplementar, marcada para o dia 3 de março.

Eugênio de Castro é uma cidade com 2.798 habitantes, sendo que destes 2.586 são eleitores. O município está localizado a 30 quilômetros de Santo Ângelo e para chegar ao município é preciso trafegar por estrada de terra.

Na última eleição, o vereador de Eugênio de Castro Erani Oliveira Teixeira (PP), 42 anos, morreu após ser esfaqueado durante uma suposta briga. Este ano, a Brigada Militar reforça o policiamento na cidade.

Fotos vinculadas

A serviços gerais Sirlei Maria Schuster e o agricultor Rogério Rosa da Rocha, ambos vereadores do PP, concorrem a prefeita e vice pela Coligação ?Unidos por um Novo Eugênio de Castro?. Foto: Adair dos Anjos/Especial/JM

Por Odair Kotowski (odair@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Política